Notícias

Fato Relevante

Mogi das Cruzes, 30 de Novembro de 2016 - A JSL (BM&FBOVESPA: JSLG3) em observância às disposições da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários ("CVM") nº 358, de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, da Instrução da CVM nº 400, de 29 de dezembro de 2003, conforme alterada ("Instrução CVM 400"), e, ainda, para fins do disposto no parágrafo 4º do artigo 157 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada, vem a público informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que foi apresentado, nesta data, pedido de registro da oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias de emissão da Movida Participações S.A. ("Movida"), controlada da Companhia, a ser realizada no Brasil, em mercado de balcão não organizado, nos termos da Instrução CVM 400 e demais disposições legais aplicáveis, sob a coordenação de instituições financeiras integrantes do sistema de distribuição de valores mobiliários, incluindo esforços de colocação das Ações no exterior ("Oferta").

A Oferta foi aprovada em Assembleia Geral Extraordinária da Movida realizada nesta data, conjuntamente com a submissão do pedido de adesão da Movida ao segmento especial de listagem do Novo Mercado da BM&FBOVESPA S.A. - Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros.

A participação da Companhia na Oferta, mediante a alienação de ações de emissão da Movida que sejam de sua titularidade, foi também aprovada na presente data em Reunião do Conselho de Administração da Companhia. Serão oportunamente fixados pelo Conselho de Administração da Companhia: (a) a quantidade de ações a serem por ela alienadas no âmbito da Oferta; e (b) o preço de venda das ações, conforme venha a ser acordado na data de precificação da Oferta, após a apuração do resultado do procedimento de coleta de intenções de investimento junto a investidores institucionais, a ser realizado no Brasil e no exterior, em conformidade com o disposto no artigo 44 da Instrução CVM 400 (bookbuilding). A Oferta está sujeita à concessão dos registros pela CVM e às condições de mercado.

Tendo em vista a necessidade de alinhamento da política de divulgação de guidance da Movida com os procedimentos adotados por seus auditores independentes e demais consultores no contexto da Oferta, os administradores da Movida optaram por descontinuar a divulgação de projeções financeiras (guidance) anteriormente apresentadas em seu Formulário de Referência. Nesta mesma linha, e tendo em vista que as projeções apresentadas pela Companhia compreendiam dados de sua controlada Movida, os administradores da Companhia também optaram por descontinuar a divulgação de projeções financeiras (guidance) anteriormente apresentadas em seu Formulário de Referência. Quaisquer considerações sobre estimativas e declarações futuras relativas aos planos, expectativas sobre eventos futuros, estratégias e tendências financeiras que afetam as atividades da Companhia, incluindo quaisquer guidances, os quais envolvem riscos e incertezas e, portanto, não são indicativas ou constituem garantias de resultados futuros, não devem ser considerados pelos investidores para fins de embasar sua decisão de investimento na Oferta.

A Companhia manterá o mercado atualizado a respeito dos desenvolvimentos relacionados à Oferta.

Este fato relevante tem caráter exclusivamente informativo, nos termos da legislação em vigor, e não deve ser considerado como um anúncio de oferta das Ações. Não será realizado nenhum registro da Oferta ou das Ações em qualquer agência ou órgão regulador do mercado de capitais de qualquer outro país, exceto no Brasil, junto à CVM.

Para acessar o documento completo, clique aqui.

Mais acessados
Fechar